vídeos

Loading...

MEU FACEBOOK

ADD AI COMPANHEIROS...

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Retornando!!!

Depois de quase um ano com meu blog parado por diversos motivos, estou retomando minhas atividades virtuais semanalmente atualizarei-o e sempre que algo urgente tiver que ser postado.. um abraço. Marcio Roberto (Negrão

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Absurdo

TRABALHADORES TERCEIRIZADOS DE CEARÁ-MIRIM ESTÃO HÁ 4 MESES SEM SALÁRIO

Os funcionários da empresa terceirizada Realce Terceirização e Construções estão vivendo um verdadeiro drama financeiro em Ceará-Mirim. A firma presta serviço de locação de mão de obra para a Prefeitura e há quatro meses não paga os salários de cerca de 400 trabalhadores terceirizados de todas as secretarias do município. São auxiliares de serviços gerais, porteiros, coveiros, auxiliares de cozinha, administrativos e de secretaria, que desde setembro não vem a cor do próprio dinheiro. Nem mesmo o pagamento do 13º salário, que por lei deveria ter sido realizado até o dia 20 de dezembro passado, não foi feito aos funcionários terceirizados. Para piorar, muitos trabalhadores não tiram férias há dois anos.

E os absurdos não param por aí. Os trabalhadores também reclamam que, quando recebem os contracheques dos salários atrasados, são obrigados a assinar o documento com a data do dia em que deveriam ter recebido, e não com a data em que realmente foram pagos. Como se não bastasse, o valor dos salários não corresponde ao que aparece nos contracheques. Além disso, os terceirizados da educação sofrem ameaças de corte de ponto por parte dos diretores das escolas, caso faltem ao trabalho mesmo sem receber. A empresa afirma que os atrasos nos pagamentos acontecem porque a Prefeitura de Ceará-Mirim não tem feito regularmente os repasses dos recursos. Já Prefeitura nega a informação e diz que os repasses estão sendo realizados.

Nesse jogo de empurra-empurra, os únicos prejudicados são os trabalhadores terceirizados, que cumpriram suas jornadas e funções corretamente, mas tem seus direitos mais básicos, como salários e décimo terceiro, desrespeitados. Para o Sindicato da Educação de Ceará-Mirim, o prefeito Antônio Peixoto (PR) é responsável pela grave situação que estão enfrentando os terceirizados do município. No caso de não estar fazendo os repasses à empresa, a Prefeitura compromete diretamente, e de forma irresponsável, os pagamentos destes funcionários. Mas se tem repassado corretamente os recursos, e não verifica se a firma cumpre com suas obrigações, também deve ser responsabilizada pelo ato.

Participe do Ato Público em Defesa do Pagamento dos Salários Atrasados dos Funcionários da Empresa REALCE/Prefeitura
Neste dia 05 de janeiro, quinta-feira, concentração no SAAE às 8h.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

REUNIÃO


ASSESSORIA JURÍDICA DO SINTE CEARÁ-MIRIM SE REÚNE COM PROFESSORES QUE TIVERAM SALÁRIOS DESCONTADOS


Nesta quinta-feira 3, a Assessoria Jurídica do Sinte de Ceará-Mirim se reúne com os professores que tiveram os salários de janeiro deste ano descontados pelo prefeito Antônio Peixoto (PR), em função da greve da educação de 2010. A reunião, que vai tratar de assuntos referentes ao caso, está marcada para as 9 horas, na sede do sindicato. Se você é um dos educadores que teve descontos em seu salário, não deixe de comparecer. Sua presença é muito importante para mais esta luta.